Fique por dentro! Utilidade Pública

Especialista alerta para os riscos de queimaduras por fogos de artifícios

Em época de festejos juninos e Copa do Mundo, a utilização de fogos de artifício aumenta substancialmente. Especialista alerta para o uso adequado desse material, pois o contrário pode causar sérios danos à saúde, como queimaduras das mais simples às mais complicadas, que chegam a ocasionar até mesmo perda de membros do corpo.

Eliane Maciel, professora do curso de Enfermagem do Centro Universitário Estácio do Ceará, orienta que, para evitar acidentes e queimaduras, os fogos de artifícios não devem ser manuseados por crianças, adolescentes ou por pessoas que tenham ingerido bebidas alcóolicas. Além disso, é importante checar a procedência dos locais onde os explosivos foram comprados. E, ainda, soltá-los em locais onde não exista aglomeração de pessoas.

Além da prevenção, outro aspecto importante ressaltado pela professora diz respeito às primeiras ações a serem realizadas em caso de acidente. “O cuidado inicial aos acidentados por queimaduras é sempre o resfriamento da lesão. Ou seja, colocar o membro que sofreu a queimadura debaixo de água corrente e encaminhar a vítima o mais rápido possível para uma unidade de saúde referência em tratamentos de queimaduras”, explica. Vale ressaltar que deve-se evitar o uso de água gelada ou gelo porque tendem a aprofundar a lesão.

A professora Eliane Maciel condena, ainda, o uso de soluções caseiras para amenizar os efeitos da queimadura. “Não é recomendável passar pomadas, clara de ovo, pastas, entre outras substâncias em cima do local lesionado”, destaca.