Fique por dentro! Mercado Ceará

Grupo Dedé investe em aperfeiçoamento da equipe com treinamento feito pelo coach Max Pires

Cada vez mais, donos de negócios gastronômicos buscam qualificar a equipe com cursos, treinamentos e palestras

Manter a qualidade no atendimento exige muito trabalho: entre outras etapas, são necessárias pesquisas de mercado, investimento em maquinário e insumos e atenção aos detalhes para atrair e fidelizar clientes. No entanto, nada disso adiantaria sem uma equipe reforçada de funcionários por trás de cada estabelecimento. Por isso, o Grupo Dedé, referência em empreendimentos gastronômicos no Brasil e responsável pelo restaurante Engenho Dedé Fortaleza, capacita seu quadro de colaboradores com workshops, palestras e cursos especializados.

Os objetivos dos treinamentos variam entre qualificar os funcionários de maneira mais técnica (como no caso de cursos para cozinheiros, por exemplo), aprimorar conhecimentos teóricos e estimular a inteligência emocional dos colaboradores, de modo que eles compreendam a importância do seu trabalho para o sucesso daquele negócio. Em comum, eles têm a percepção de que a alma da casa depende de quem é responsável pela satisfação dos clientes.

Sócio-diretor da cadeia de restaurantes Engenho Dedé, o empresário Rogério Perdiz resolveu aderir à tendência dos treinamentos através das técnicas de coaching, visando melhorar o atendimento de seu estabelecimento e estimular um clima organizacional ainda mais proveitoso. Para capacitar o quadro de funcionários, ele está realizando um curso com duração de mais de três semanas com o coach carioca Max Pires, que é formado em programação neurolinguística e trabalha com o mercado gastronômico há mais de duas décadas.

Para Perdiz, o investimento dará um grande retorno na qualificação não só do atendimento dos comissários de serviços, como também em outros setores da unidade, tornando o padrão de qualidade da gastronomia e do atendimento ainda mais alto. “Acredito que devemos investir em nossos colaboradores, não só no empreendimento em si. Dessa forma, os dois públicos ficarão satisfeitos – tanto o interno como o externo”, explica.

Garçom Vendedor

O curso aplicado por Max se chama “Garçom Vendedor” e está sendo aplicado em vários estados do país. Por meio de um programa de cinco passos – abordagem, sondagem, demonstração, vendas adicionais e fidelização –, seu objetivo principal é resgatar a autoestima dos funcionários dos restaurantes.

“Nossa ideia é fazer o funcionário gostar de sua profissão, celebrar as conquistas e perceber que ele não vende apenas um produto, mas uma ideia, um serviço e uma gastronomia excelente. Em cada cidade, buscamos algo que faz parte da identidade local e incorporamos no método. Aqui em Fortaleza, por exemplo, esse elemento é a alegria, o sorriso no rosto”, conta o coach, contratado pelo grupo para ministrar cursos em todas as unidades.