Fique por dentro! Utilidade Pública

Governo eleva teto máximo para financiamento de imóveis com o FGTS e medida gera otimismo para o setor da construção civil

Na última terça-feira, 31, o Governo Federal anunciou a elevação do valor máximo do imóvel que pode ser adquirido com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), que passa a valer de R$ 950 mil para R$ 1,5 milhão. A medida já havia sido empregada no ano passado, de maneira temporária, quando o Conselho Monetário Nacional (CMN) elevou para R$ 1,5 milhão o valor do imóvel que pode ser financiado pelo Sistema Financeiro Habitacional (SFH), no qual o comprador pode usar recursos do seu FGTS.

A regra vigorou entre fevereiro e dezembro de 2017, como uma forma de estímulo ao setor da construção civil. Além disso, o valor de R$ 1,5 milhão valia apenas para grandes cidades, como São Paulo, Rio, Brasília e Belo Horizonte. Dessa vez, deve valer para todo o País.

Com a mudança, o governo prevê crescimento para o setor e a retomada das ofertas de vagas de trabalho. A construção civil é tradicionalmente considerada como um dos maiores motores da economia do País, por ser um dos setores que mais gera empregos. Apesar da crise enfrentada pelo segmento nos últimos dois anos, a Diagonal, uma das construtoras mais tradicionais e de maior solidez no Ceará, aposta no sonho brasileiro da casa própria para continuar impulsionando as obras, que estão espalhadas por todo o estado.

A empresa lançou diversos empreendimentos e planeja lançar mais alguns até o próximo ano. Com a nova decisão do CMN, a expectativa da construtora é de que a venda dos imóveis de alto padrão sejam as principais beneficiadas.