Fique por dentro! Mercado Nacional

M. Dias Branco desenvolve farelo de biscoito e de macarrão para ração animal a partir de resíduos da produção

Enobrecimento dos subprodutos gerados ao longo do processo de fabricação e redução do impacto ambiental são os principais benefícios do projeto voltado para a sustentabilidade da companhia

Em 2016, surgiu na M. Dias Branco, na unidade de Jaboatão dos Guararapes (PE), a ideia de transformar resíduo de varredura das produções de biscoito e macarrão em um subproduto, o farelo, que passou a ser produzido em dezembro de 2017 e comercializado para empresas de fabricação e distribuição de ração animal a partir do primeiro semestre deste ano.

De acordo com Daniella Pessoa, Gerente de Meio Ambiente, “essa ação gera uma diminuição no impacto ambiental, com a redução na geração de resíduos sólidos, aumentando a sustentabilidade do processo e agregando valor comercial ao produto. Ao transformarmos resíduo em farelo, tivemos um aumento de 650% no valor do produto, uma redução de 15% na geração de resíduos sólidos, além da redução do volume de resíduos destinados através de terceiros.”

Entre a ideia e a realização desta ação, voltada para a maior sustentabilidade dos processos da companhia, houve um longo percurso. Após trocar experiências com outras empresas, realizar estudo de viabilidade de projeto e consultar o Ministério da Agricultura, a unidade realizou análises do novo produto que estava sendo criado, definiu e montou o processo de fabricação, os modelos das embalagens e validou os documentos necessários.

Para registrar os novos produtos originados do que antes seria resíduo industrial, a empresa recebeu diversas fiscalizações, até chegar a um modelo de produto e de processo de fabricação completamente aprovado para o atendimento das legislações e exigências do Ministério da Agricultura e Pecuária de Abastecimento – MAPA.

O processo de transformação começa com o recolhimento dos resíduos gerados ao longo do processo de fabricação, o farelo é direcionado para a área de fabricação do subproduto, onde é moído, peneirado e ensacado. As embalagens possuem lote, data de fabricação e prazo de validade, garantindo a sua rastreabilidade. Os produtos finais lançados a partir daí são Farelo de Biscoito Doce, Farelo de Biscoito Salgado, Farelo de Macarrão e Farelo de Macarrão Instantâneo.

Todo esse projeto foi liderado pelo setor de Meio Ambiente e teve apoio de diversas outras áreas, como P&D, Comercial, Qualidade, Financeiro, Logística e PCP. “Todos os projetos relacionados à área estão alinhados com a Política do Sistema de Gestão Industrial da M. Dias Branco. O foco é a redução da geração de resíduos para proteger o meio ambiente, não esquecendo da premissa dos 3R, reduzir, reutilizar e reciclar, que serve como norteador de todas as nossas ações”, explica Shirley Mello, Coordenadora de Meio Ambiente da unidade.

Entre os principais compromissos ambientais da M. Dias Branco estão a redução de resíduos sólidos em todas as suas unidades. Entre 2014 (ano-base) e 2017, o percentual de resíduos destinados a aterros sanitários caiu de 14,6% para 11%. A empresa tem também programas de redução de consumo e reuso de água, reciclagem e monitoramento de efluentes, entre outros.


Sobre M. Dias Branco S. A. Indústria e Comércio de Alimentos

Contando com sessenta e cinco anos de existência, a M. Dias Branco S.A. Indústria e Comércio de Alimentos é uma empresa do setor de alimentos com ações negociadas no segmento do Novo Mercado na B3. A Companhia produz e comercializa biscoitos, massas, farinha e farelo de trigo, margarinas e gorduras vegetais, snacks e bolos, mistura para bolos, bits de cereais, chocolates, torradas e refrescos. Sediada em Eusébio (CE), a empresa é líder de mercado em biscoitos e massas no Brasil, é a sexta maior empresa de massas e a sétima de biscoitos no ranking global por faturamento. Suas operações geram mais de 20 mil empregos diretos em diferentes regiões, refletindo o seu compromisso com fatores importantes para o desenvolvimento econômico e social do país.

Sua história começou ainda na década de 40 quando o comerciante e imigrante português, Manuel Dias Branco inaugurou a Padaria Imperial, em Fortaleza (CE). Atualmente, a M. Dias Branco possui um moderno parque industrial com equipamentos de última geração, seguindo os mais rigorosos padrões de qualidade, operando com um modelo de integração vertical que permite a produção de suas mais importantes matérias-primas, a farinha de trigo e a gordura vegetal, utilizadas no processo de produção de biscoitos e massas. Suas marcas são sinônimo de tradição e qualidade, estabelecendo um vínculo de confiança e respeito com o consumidor. A estrutura operacional da M. Dias Branco S.A. Indústria e Comércio de Alimentos, com sede no Estado do Ceará, conta com 15 unidades industriais e 37 filiais comerciais distribuídas em diferentes Estados do País, garantindo uma cobertura nacional que possibilita a presença de suas marcas em todo o território nacional.