Fique por dentro!

Festival Internacional Mestre Pedro Boca Rica de Teatro de Boneco

O artista pernambucano, radicado há anos em São Paulo, onde conviveu com o homenageado Pedro Boca Rica, encerrará a programação do evento com o espetáculo “Folia Brasileira”

Festival Internacional Mestre Pedro Boca Rica de Teatro de Boneco – FIB terá continuidade, de 25 a 27 de agosto, no Theatro José de Alencar em Fortaleza, cidade em que o bonequeiro viveu e mais mostrou sua arte. Com o evento, que terá programação inteiramente gratuita, a Escola Ponto de Cultura Teatro da Boca Rica encerra os festejos do aniversário de 80 anos do multiartista, nascido em 16 de novembro de 1936 na cidade de Ocara, que sediou a parte I em novembro de 2017.

Com espetáculos, mostra de vídeos, seminário e exposição sobre o Mestre Pedro Boca Rica, entre fotografias, acervo de figuras de Boi e Reisado, a parte II do evento chegará ao ápice no encerramento da programação com Folia Brasileira, espetáculo temático de brincadeiras populares do nordeste a partir da arte do mamulengo com atuação e direção de Valdeck de Garanhuns. A apresentação acontecerá no palco principal do teatro no dia 27 a partir das 19h com participação especial do grupo Regional de Ocara e do sanfoneiro e bonequeiro Wagner dos Santos Oliveira, sobrinho de Pedro Boca Rica.

A diretora da Escola Ponto de Cultura Teatro da Boca Rica, Rejane Reinaldo, conta que o projeto “surgiu de um encontro de afetos e criações, de memórias e lembranças alegres e saudosas do Mestre, entre o Teatro da Boca Rica e o bonequeiro Halen Oliveira dos Santos, filho do saudoso Pedro”. Além de celebrar os 80 anos de nascimento do homenageado, completados em novembro de 2016, o evento fortalece o processo de criação do Memorial Mestre Pedro Boca Rica, que será instalado em Ocara.

Programação

A abertura oficial será a partir das 18h do dia 25 no foyer do teatro, seguida da mostra audiovisual sobre a vida e a obra do mestre de influência marcante na cultura cearense. No mesmo dia, a partir das 19h, a Exposição Mestre Pedro Boca Rica: entre afetos, memórias e criações reúne bonecos, figuras de boi e fotografias do artista na Praça Mestre Pedro Boca Rica. Para encerrar o primeiro dia de programação, o palco principal do teatro receberá o espetáculo Criaturas de Papel do grupo Bricoleiros Teatro de Bonecos.

O segundo dia (26) contará com o Seminário: Mestre Pedro Boca Rica: entre afetos, memórias e criações no Teatro Morro do Ouro a partir das 14h. Com estudiosos e admiradores de Pedro Boca Rica, o seminário vai proporcionar à plateia presente um debate aberto a perguntas sobre a vida e a obra do multiartista. As inscrições para participar do seminário são gratuitas e poderão ser feitas no local e horário do evento com direito à certificação. Encerramento com a participação do Grupo Miraira, sob o comando da professora e multiartista Lourdes Macena.  Na Praça Mestre Pedro Boca Rica, o grupo Calu Maravilha apresentará, a partir das 17h, o espetáculo infantil A Bruxa e a Natureza, seguido do Boi Coração e Boi Catavento, de Ocara, às 18h, e do grupo MiraIra, às 19h, com o espetáculo Felicidade Interna Bruta.

Espetáculos de boneco e apresentação de boi encerram o festival no dia 27. O grupo Bricoleiros Teatro de Bonecos voltará ao palco principal do teatro com o espetáculo infantil Olha o Olho do Menino às 14h. Logo em seguida, às 15h30, é a vez do Grupo Formosura subir ao palco com a apresentação O Boi Estrela. Com participação especial do grupo Regional de Ocara e do bonequeiro Wagner dos Santos Oliveira, Folia Brasileira é a grande atração da noite com o bonequeiro, e amigo pessoal de Pedro Boca Rica, Valdeck de Garanhuns.

O Festival conta com o patrocínio do Facebook e do Banco do Nordeste por meio do Ministério da Cultura com a Lei Federal de Incentivo à Cultura – Lei Rouanet e apoio da Prefeitura de Ocara por meio da Secretaria da Cultura e Juventude, da Universidade Federal do Ceará (UFC) por meio da Casa Amarela Eusélio Oliveira, do Instituto Federal de Educação – IFCE, da Secretaria da Cultura do Ceará/ Theatro José de Alencar e do Instituto Dragão do Mar.

Homenageado

Pedro dos Santos de Oliveira morreu jovem, em 28 de março de 1991, vítima de câncer. Com 55 anos, o Mestre Boca Rica, que ganhou o apelido em razão de ter alguns dentes inferiores revestidos de ouro, formou artistas na família de sangue e na da arte e tem sua obra reverenciada em museus do mundo: Estados Unidos, Japão, Alemanha, França e outros. Imortalizou dezenas de personagens da tradição sagrada e profana, que tinham nomes e almas de entidades religiosas ou não. Em seu leito de morte, compôs os versos com que queria ser recebido lá em cima “La vem, lá vem o bonequeiro/ com seus bonecos de empanada/ ele traz boneco presepeiro/ que faz a gente dar risada/ Tem Casimiro, João Redondo e Baltazar/ Manoel Fugarça, Paruara e Tiridá/ Também tem o Capitão Arunge/ que é calunga da cultura popular” (Oswald Barroso).


SERVIÇO:

Festival Internacional Mestre Pedro Boca Rica de Teatro de Boneco – FIB – de 25 a 27 de agosto em Fortaleza. Programação das 14h às 20h no Theatro José de Alencar (Rua Liberato Barroso, nº 525, Centro – Fortaleza).

ENTREVISTAS:

Rejane Reinaldo (Coordenação Geral; Diretora do Teatro Boca Rica)

Andrea Cândido (Secretária da Cultura, Juventude, Turismo e Esporte de Ocara)