Fique por dentro! Mercado Ceará

Grupo Aço Cearense está entre as 20 melhores e maiores empresas do Nordeste

O grupo ainda subiu 34 posições em comparação ao ano de 2016 no ranking nacional das melhores e maiores empresas do país divulgado pela Revista Exame

O Grupo Aço Cearense destacou-se mais uma vez entre as maiores e melhores empresas do Brasil, segundo a Revista Exame, em pesquisa divulgada nas últimas semanas, e o anuário do jornal Valor Econômico, Valor 1000, divulgado no último dia 21.

A Aço Cearense figura na 314ª colocação do ranking nacional, conforme o Anuário Valor 1000, subindo 34 posições em relação ao ano de 2016. A companhia também foi ranqueada na 19º posição entre as 50 maiores da região Nordeste, evoluindo em cinco posições. O Valor 1000 é um dos mais completos anuários sobre as empresas que atuam no país, analisando 25 setores da economia. Segundo o presidente do Grupo Aço Cearense, Vilmar Ferreira, tudo isso se deve aos bons profissionais que fazem parte da história do Grupo. “O difícil não é criar um grupo de empresas, mas formar um grupo de bons profissionais que conduzam essa estrutura empresarial, superando todos os desafios que ocorrem no dia a dia. Tenho a convicção que nessa tarefa fomos bem sucedidos”, diz o presidente.

A Siderúrgica Norte Brasil S.A. -SINOBRAS, empresa que também compõe o Grupo, situada no município de Marabá, no Pará, aparece na 698ª posição entre as 1000 maiores empresas pelo valor das vendas líquidas em 2017, segundo a revista Exame Maiores e Melhores. A edição especial traz as companhias que se destacaram em 20 setores da economia, mostrando também indicadores setoriais e por estado e uma ampla lista de rankings do agronegócio. Vilmar Ferreira reforça a importância de equipes bem qualificadas para se destacar no momento atual do Brasil. “Em um país onde as cíclicas crises políticas e econômicas se tornaram rotineiras, precisamos ter um time de pessoas bem preparadas e dedicadas para driblar as adversidades. Nesse sentido, mais uma vez estamos vencendo a crise econômica que o nosso país tem vivido”, afirma Vilmar sobre as boas colocações do grupo nos rankings.