Cultura Fique por dentro!

Os curadores e debatedores do 25º FNT de Guaramiranga

O Ciclo de Debates integra o Programa de Formação do FNT

A Mostra Nordeste, carro-chefe do Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga (FNT) anualmente recebe inscrições de companhias teatrais com espetáculos para apresentação nos palcos ou espaços alternativos da cidade. Sem ser competitiva – há apenas um prêmio de Melhor Espetáculo eleito pelo júri popular – a mostra é também pauta do Ciclo de Debates, que diariamente, pela manhã, reúne participantes do evento e público do festival para discutir sobre o espetáculo encenado na noite anterior. São conversas abertas abordando conceitos e contextos relacionados nos processos de criação e produção dos grupos e peças.

Nesta edição, quando o FNT festeja seus 25 anos, ao invés de convocatória o FNT compôs uma equipe de curadores de diversas linguagens, resultando em uma programação especial com espetáculos dos nove estados na Mostra Nordeste, abrangendo teatro, dança, circo e música, ou seja, as artes da cena, tema desta edição. Dos seis curadores, cinco participam também como debatedores. Sob a coordenação de Selma Santiago, Diretora do Theatro José de Alencar, o Ciclo de Debates se estende até o último dia do festival, sempre a partir das 10h, na sede da Associação dos Amigos da Arte de Guaramiranga (AGUA).

São debatedores no FNT 25 anos: Bel Toledo, presidente da Cooperativa Paulista de Circo (SP), Cristina Castro, do Festival Internacional Vivadança (BA), Felipe de Assis, do Festival Internacional de Artes Cênicas da Bahia – FIAC (BA), Gabriel Murilo, da Plataforma Música Mundo (MG) e Pedro Vilela, do Festival/Plataforma Trema! de Teatro (PE). O outro curador, Paulo Feitora, da Quitanda das Artes (CE) responsável por projetos como a Plataforma Sinfonia do Amanhã, estará presente em outra ação do Programa de Formação do FNT.

Com toda a programação gratuita, o 25º FNT acontece até o dia 8 de setembro, apresentado pelo Governo do Estado do Ceará/Secretaria da Cultura, numa realização da Associação dos Amigos da Arte de Guaramiranga (AGUA), com apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará/Secult, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. Parceria: Prefeitura Municipal do Guaramiranga, através da Secretaria de Cultura e Secretaria de Turismo, e Theatro José de Alencar. Consultoria executiva: Quitanda das Artes. Agradecimentos: Enel.


OS CURADORES / DEBATEDORES

BEL TOLEDO (SP) – Criadora e realizadora do Panorama Paulista de Circo, oito edições da Palhaçaria Paulistana de Circo, Palhaçaria do Litoral, Palhaçaria do Nordeste, Curadora das dez edições do Festival Paulista de Circo, produtora executiva do FIC – Festival Internacional de Circo, presidente da Cooperativa Brasileira de Circo de 2005 a 2016, atualmente diretora do Centro de Qualificação às Artes do Circo Tendal da Lapa.


CRISTINA CASTRO (BA) – Gestora cultural e coreógrafa. Diretora e curadora artística do Vivadança Festival Internacional que acontece há 12 anos na Bahia. Integra o colegiado de programação e gestão do Teatro Vila Velha.  Fundou em 1998 a cia Viladança, circulando seus espetáculos e oficinas no Brasil, Europa e América do Sul. Premiada pela Unesco com o Prize for the Promotion of the Arts e diplomada pela Universidade Federal da Bahia no curso de licenciatura em dança. Convidada pela Fundación Carolina e Embaixada da Espanha participou do Primer Programa Sociedad Civil de Brasil nas cidades de Bilbao, Madrid e Vitoria. Pela Bolsa Vitae, participou do International Arts Management e International Choreography Residency nos EUA e pelo Goethe Institut e Embaixada da Alemanha, de intercâmbios em Frankfurt, Munique, Berlin, Dresden, Hamburgo, Essen, Stuttgart e Düsseldorf. Em 2016 e 2017, em parceria com a Arts Foudation e o Culture.pl, realizou o projeto Yanka Rudzka com ações no Brasil e cidades da Polônia. Participa de palestras e projetos de intercâmbios no Brasil e exterior.  Em 2017 realizou a 1ª edição do projeto Pavio – artes e negócios, promovendo networkings e cursos sobre produção e difusão das artes cênicas na cidade de Salvador.


FELIPE DE ASSIS (BA) – É artista da cena, produtor cultural, pesquisador e curador, trabalha desenvolvendo projetos culturais com interesse no desenvolvimento humano. Colabora com comissões de seleção e curadorias independentes. Mestre em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia (PPGAC UFBA). Graduado em Direção Teatral pela Escola de Teatro da UFBA. Co-criador do Festival Internacional de Artes Cênicas da Bahia (FIAC), no qual atua como coordenador geral e curador desde 2008. Criador e curador do Ponto FIAC, festival de música e artes visuais. Coordenou os projetos Mediação FIAC e Mediação Cultural, programas de formação em artes cênicas em Salvador e Região Metropolitana. Foi coordenador cultural da Aliança Francesa de Salvador.


GABRIEL MURILO (MG) – Mestre em Música pela UFMG. Como integrante co-fundador da Embaixada Cultural, coordena residências artísticas internacionais no Brasil e exterior e dirige em Belo Horizonte o encontro internacional Música Mundo. Foi um dos diretores do Programa Música Minas, fomentando a circulação internacional e regional da cena mineira. Integrou o grupo cuiabano Macaco Bong e circulou por todo o país promovendo um modelo autogestionado de carreira musical no Brasil. Co-fundador e integrante do grupo cênico-musical Serelepe/EBAUFMG. Integra o duo de post-rock experimental Confeitaria circulando no Brasil e exterior.


PEDRO VILELA (PE) – Formado em Educação Artística pela Universidade Federal de Pernambuco (2006), atualmente é Mestrando em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia. Com o Grupo Magiluth, dirigiu os espetáculos “O Canto de Gregório”, “Aquilo que meu olhar guardou para você”, “Luiz Lua Gonzaga” e “Viúva, porém honesta”, com o qual recebeu da APACEPE, os prêmios de melhor espetáculo e direção. Em 2012 foi escolhido entre 13 latino-americanos para integrar o WEYA – World Event Young Artist, encontro mundial de jovens criadores em Londres, e no ano seguinte foi apontado pela revista especializada em teatro, Antro Positivo, como um dos principais diretores do país (ed. Setembro 2013). Atualmente desenvolve a TREMA! Plataforma de teatro, onde é curador do TREMA! Festival, além de ensaísta e crítico colaborador da Revista Continente.


PAULO FEITOSA (CE) – Empreendedor social, Gestor Cultural e Publicitário. Dirige desde 2007 a produtora Quitanda das Artes onde desenvolve extensa atividade como idealizador, coordenador, diretor executivo e mobilizador de recursos para projetos cultuarias em seus diversos segmentos, com atuação nacional e internacional. Nos últimos anos vem realizando projetos de intercâmbio, circulação, pesquisa, formação e difusão cultural, nos planos regional, nacional e internacional, com destaque para a articulação entre Poder Público, iniciativa privada, terceiro setor, produtores culturais, artistas e públicos. Entre suas ações, destaca sua assinatura na criação, direção e curadoria de festivais e redes de intercâmbio. Atualmente integra o núcleo gestor da Rede Brasileira de Festivais de artes cênicas. Entres os anos 2013 e 2014, dedicou-se à gestão de políticas públicas para a cultura, como Secretário Executivo da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult).


SERVIÇO

FNT 25 ANOS – 25ª edição do Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga: De 01 a 08 de setembro de 2018 em Guaramiranga, Ceará. Informações: (85) 3321-1405, fnt@agua.art.brfnt.agua.art.br. Facebook e Instagram: fntguaramiranga. GRATUITO.