Cultura Fique por dentro!

Exposição “Vacas Magras” volta ao Campus da UNIFOR

Intitulada “Vacas Magras”, a intervenção urbana da artista plástica Márcia Pinheiro, composta por 10 esculturas em tamanho real, de animais subnutridos, símbolos da seca no sertão, feitas de fibra de vidro e resina, volta ao Campus da Universidade de Fortaleza (Unifor) a partir do dia 23 de outubro de 2018. Ano passado as “Vacas Magras” estiveram expostas de fevereiro a abril de 2017, também no Campus da Unifor.

De acordo com Márcia Pinheiro, “as vacas têm a função de sensibilizar as pessoas e aproximá-las da realidade enfrentada pelos moradores do interior. Realidade essa que está próxima de nós, mas muitas vezes é esquecida.”
A identificação da artista com o sertão, cenário recorrente em seu trabalho, vem da família, especialmente da mãe, que mora na cidade de Milhã, no interior do Ceará.

Além de sensibilizar, a artista complementa que as esculturas dos bovinos desnutridos e esqueléticos servem para alertar sobre o problema da seca e revela que em seus trabalhos sempre predomina alguma problemática social. “Meu objetivo sempre é chamar atenção das pessoas para as questões sociais através da arte”.

Sobre a reação do público, ela conta: “Sempre me surpreendo com a forma como as pessoas interagem com o trabalho. Algumas tocam, conversam, dão nomes e até alimentam as vacas. É muito gratificante conseguir fazer as pessoas refletirem sobre algo, inesperadamente, principalmente numa espaço público, no meio da correria que é a rotina de todos nós no mundo atual”, comenta Márcia.

A pesquisa e o processo criativo para o surgimento de Vacas Magras duraram três anos e iniciado em 2013. Em 2014 a exposição aconteceu em locais públicos como Assembléia Legislativa, Palácio do Governo, Secretaria de Educação, DNOCS, Praças Públicas, Terminal Rodoviário, Terminais de ônibus, Praça José de Alencar, Mercado Central e no Aeroporto Internacional Pinto Martins. Em 2015 e 2016 as “Vacas Magras” ficaram expostas em Postos de Combustíveis e em 2017, durante os meses de fevereiro, março e abril  na Universidade de Fortaleza Unifor

“É uma experiência muito gratificante, pois vejo o retorno das pessoas e o interesse pelas vacas, o que consequentemente os leva a refletir sobre a seca, que é a temática principal do trabalho”, disse a artista. As esculturas são itinerantes e ficam expostas por um período mínimo de 60 dias.

A exposição “Vacas Magras” foi viabilizada por meio da Lei Rouanet e realização conjunta da Fundação Edson Queiroz – Universidade de Fortaleza, Núcleo de Produções Culturais e Esportivas – Nuproce, Ministério da Cultura e Governo Federal e com patrocínio do Bradesco.


Sobre a artista Márcia Pinheiro

Com formação em Artes Visuais e Design Gráfico, Márcia Pinheiro é uma artista cearense com criação nas áreas das artes plásticas. Sempre tratando temáticas de cunho social, ela já participou de concursos como o Prêmio Design Ceará, o 55º Salão de Abril, o Festival Vida e Arte e a Mostra Cariri. Também participou de exposições coletivas, como Arte Contemporânea e Artes Plásticas em Fortaleza – Ceará, 3º Salão Internacional de Artes Visuais e 5ª Bienal Nacional de Gravura – Olho Latino em São Paulo.

anuncio_cadastro