Eventos do mercado Fique por dentro!

Sendi 2018 lança aplicativo que permite acesso a toda programação do evento

A equipe da 23ª edição do Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica (SENDI), evento que acontece entre os dias 20 e 23 de novembro, no Centro de Eventos do Ceará, lançou o aplicativo “SENDI”, uma ferramenta onde os participantes e visitantes terão acesso a toda programação do encontro, além de permitir que os interessados façam suas inscrições para as atividades oferecidas durante o evento. A ferramenta é disponibilizada nas versões português e inglês e para aparelhos com sistema Android (https://goo.gl/4EbuBz) e IOS (https://goo.gl/HovwW1).

O objetivo do aplicativo é o de engajar os participantes em todo o calendário do encontro, mantendo-os informados sobre as atividades que estão sendo realizadas, além de facilitar o processo de inscrição em cada uma das palestras e dos painéis que estarão acontecendo durante os quatro dias de evento. Além do acesso a programação, o público também participará de sorteios de brindes e avaliações sobre os temas discutidos no encontro.

O Sendi terá entre seus palestrantes Robert Denda, Head Global Network Tecnology ENEL, Carlo Pereira, da Rede Brasil Pacto Global da ONU, Lucas de Grassi, Piloto da Formula E, Alberto Biancardi, da área de Regulação da ENEL na Itália, Nelson Leite, Presidente da ABRADEE, dentre outros grandes nomes.

Sobre o Sendi

Maior evento do setor de energia elétrica do Brasil, o SENDI acontece desde 1962 a cada dois anos e, após dez anos, será realizado em uma capital nordestina novamente. O evento é realizado pela Abradee e nesta edição tem coordenação da Enel Distribuição Ceará. O evento deve reunir cerca de 5 mil pessoas no Centro de Eventos do Ceará. As inscrições podem ser realizadas no site do evento: https://sendi.org.br/. Além dos colaboradores das empresas de distribuição, o SENDI tem como público alvo pessoas que trabalham no sistema elétrico como um tudo, além de pesquisadores e estudantes. Os pilares do evento são sustentabilidade, gestão regulatória, digitalização/clientes e mobilidade elétrica.